Absolutamente tudo o que te machuca, serve para te fortalecer.

Por Jéssica Pellegrini

Leia o texto abaixo ao som de Michael Bublé Close Your Eyes

De uma forma ou de outra, a vida nos fornece sinais. Alguns positivos, outros negativos, mas todos eles com recados subentendidos. Se andarmos demais na linha, o trem nos pega. Se ficarmos desalinhados, certamente, teremos que lidar com as sequelas de uma consciência pesada. A intuição se faz presente até nos mínimos detalhes. Na simplicidade da vida e no acaso. São as nossas escolhas que nos levam à algum lugar. Por vezes, inclusive, são as erradas que nos levam aos destinos certos. Decisões são essenciais, faça-as.

Quando plantamos a semente do bem em uma horta vazia, colheremos amor no futuro. Para toda ação, uma reação. O positivismo faz com que o universo conspire a favor dos nossos desejos. O negativismo é múltiplo da descrença. Devemos sempre acreditar no poder das palavras, na demonstração através de gestos e atitudes. Quem muito fala, pouco faz. Ninguém muda por alguém, as pessoas se enxergam no espelho por vontade própria. O ser humano não é perfeito, devemos aprender a perdoar. Desculpas, sinceras, são aquelas que apagamos dos nossos corações. Todos merecem uma segunda chance, mas tratando-se de terceiras, recomece do zero. Não force a barra, cada um sabe dos seus limites pessoais. Apaixone-se, goste, ame, entregue-se, mas acima de qualquer emoção, saiba o momento certo de agir com a razão.

Pense antes de fazer, duas ou três vezes, quantas você julgar necessário. Não machuque ninguém gratuitamente. Pague o valor que você cobra, não tente sobressair no preço. Não tire vantagem da ignorância. Continue correndo atrás de diferentes conhecimentos. A inteligência é um forte poder de sedução. Não faça com os outros, o que não gostaria que fizessem com você. Não sinta vergonha de assumir suas mancadas ou deslizes, corrige-os enquanto há oportunidades para mudar isso. Deixe o seu melhor por onde passar, pode ser que seja a última visita para um dos lados. O fato é, que não sabemos absolutamente nada sobre o nosso amanhã, portanto, tenha em mente que não existe nada mais gratificante do que ser quem somos e, assim, recebermos o que merecemos de forma honesta.

Nem todas as relações serão recíprocas, saiba diferenciá-las. Não seja tanto, para alguém mediano. Não desgaste as suas expectativas com quem não sabe valorizar ou reconhecer. Perca a aposta, o seu tempo, dinheiro, a sua vontade, mas mantenha a esperança viva e as suas qualidades inabaláveis. Se não foi dessa vez, uma hora vai dar certo. Acredite no improvável, arrisque no escuro e acenda as luzes existentes no final do túnel. Descubra a bondade, caridade e compaixão com o próximo. Estenda as mãos aos necessitados, afinal, amanhã pode ser você que precise de um apoio.

Não ignore uma chateação, um machucado ou a ferida que ficou aberta de qualquer dor antiga. Decepcionar-se é normal, mas agir diferente é um desafio. Frustrações fazem com que amadurecemos mais rápido, saiba tirar um bom proveito de cada uma delas. Quebrar a cara nos torna mais seguros e corajosos. Perder nos oferece uma ânsia em querer ganhar. Errar nos incentiva a acertar. Para qualquer coisa na vida, existe um lado bom e ruim. O lado bom, devemos mantê-lo cada vez mais evidentes dentro de nós e com atitudes externas. O lado ruim, devemos sugá-lo ao máximo para transformá-lo em vivências e histórias. Pode ser que não sirva para nada, mas toda essa irrelevância, poderá ser completamente essencial ao seu caráter e personalidade.

Tudo só depende de você, de nós. Se cada um fizer a sua parte: na família, na amizade ou no amor, os sentimentos tendem a serem recíprocos. E, confie em mim, onde há reciprocidade habita-se a verdade. Sendo assim, o amor faz tudo dar certo. A responsabilidade está nessa mochila pesada e lotada que você carrega, diariamente, de um lado para o outro. Está na hora de jogar tudo em cima da cama, tirar o desnecessário e caminhar com o que realmente importa. Livre-se do que tanto faz, não guarde nada que possa vir acompanhado de rancor. Leveza é o segredo da paz interior. De nada adianta seguir com quantidade e não qualidade. Materiais não substituem sentimentos, portanto, opte sempre pelo que acelerar o seu coração. O frio na barriga, o arrepio na pele e a ansiedade, são fatores que colocam sentido em toda essa bagunça que nomeamos de paixão. Que saibamos organiza-la e, acima de qualquer contratempo, não troquemos o sorriso por lágrimas.

No final das contas, aceitamos o que achamos que merecemos ter. Não culpe ninguém por ser distraído. E, por favor, não se esqueça do amor próprio: cuidado para não estar se achando esperto demais e, na realidade, estar se passando por idiota. Ninguém vai se preocupar tanto com você, a ponto de não olhar-se para si.

Faça a sua parte, o resto chega até você por questão de merecimento. Aceite conselhos, ainda que prefira errar sozinho. Só não deixe a maré te levar para longe dos seus sonhos. Perceba que sempre existirá alguém para te salvar…

Tudo está sob o seu controle, seja responsável e tenha juízo.

Coragem é coisa de gente grande.

5 Comentários em Absolutamente tudo o que te machuca, serve para te fortalecer.

  1. Juliana Responder 5 de dezembro de 2016 at 16:00
    #
  2. Vanessa Moreira Responder 5 de dezembro de 2016 at 19:24

    Que texto mais lindo! <3

    #
  3. Darly Responder 6 de dezembro de 2016 at 15:21

    Poxaaaaaaaa… Você é demais para mim! , Seus textos me deixam sem chão , sem reação… Queria muito uma forma de arrancar o que eu sinto por alguém!

    Sem dúvida você é minha musa inspiradora , você me ajuda de uma forma de pensar mais em mim!

    Obrigada por ser assim …contribuindo e ajudando de alguma forma as pessoas. ABRAÇOS!

    #
  4. Flávia Responder 7 de dezembro de 2016 at 14:12

    Nunca encontrei aguem que pudesse descrever de tal maneira o que sinto !!! Você e a melhor de todo o mundo .. sou sua fã ..

    Amo seus textos …

    #
  5. Anônimo Responder 27 de julho de 2017 at 17:39

    texto ótimo. super rico de conteúdo e humanismo. Amei. Vou guardar no coração.

    #

Deixe uma resposta

Comentários


btt