Tag Archives | jepellegrini

Peguei o ônibus, mas queria mesmo era estar te pegando.

Você não é um daqueles casos idealizados, ou conto de fadas. Temos um lance de pele, de física, de línguas. Os desejos parecem insaciáveis, a vontade parecer nunca acabar. É descontrolado, de outras vidas, enlouquecedor e profundo. É suor, delírio, fascínio e saudável. É fome e sede, necessidades jamais supridas…

Ela é sua, cara… E quem não cuida, perde a vez.

É, chegou a sua hora de sofrer, chorar, se arrepender e aprender a valorizar e amar quem está com você e caminha ao sei lado. Não se esqueça que o tempo passa e a felicidade é uma urgência. Acostume-se com a dor, afinal, um amor quando verdadeiro, jamais será esquecido: esse é o amor eterno.

A dor de perder alguém que se ama.

Reflita o quanto seria diferente se algumas coisas, simplesmente, tivessem permanecido. Pense nas chegadas que estão acontecendo, se não fosse aquela partida. Tudo acontece por algum motivo, nem sempre compreendemos de primeira, mas após analisarmos com frieza, todas as peças se encaixam e revelam o que parecia não fazer sentido…

Você só precisa ter coragem de seguir seu coração.

Escolha o amor, independente das circunstâncias. Entregue-se ao sentimento. Escute as batidas lentas do seu coração acelerarem, repentinamente. Essa sensação vem do frio na barriga, da paixão, do tesão. Tudo o que se propor a fazer, que seja de corpo e alma. Imparcialidade não te levará à lugar nenhum, defina um trajeto…

Há feridas que nunca curam, apenas se esquecem de doer.

Estou bem, talvez não como antes, mas estou bem. Hoje, tudo bem sentir saudade. Aprendi, nesse tempo longe de você, que saudade é a alma sussurrando no ouvido sobre tudo aquilo que valeu a pena. Nem tudo nessa minha situação precisa ser trágica. A saudade simboliza a felicidade que não voltará a acontecer…

E os namoradinhos?

Entre todo caso e acaso, eu quero que você chegue logo. Venha com os seus defeitos e qualidades, manias e vícios. Venha no horário marcado, no lugar em que combinamos. Venha por livre e espontânea vontade. Venha para somar e compartilhar, jamais subtrair. Venha por ser recíproco, para fazer acontecer. Venha que eu te pego, te roubo, te sequestro, te domino e nunca mais devolvo…

btt