A mulher errada. (AI: Ed Mendes)

Por Jéssica Pellegrini

Ela respondia suas mensagens segundos após recebê-las, ia junto contigo pro trabalho, mesmo entrando uma hora depois, só pra poder ganhar um beijo de bom dia, tomar café contigo, ter sua companhia.

Ela ligava ou te mandava mensagens apenas pra dizer que te amava ou te chamar pra almoçar. Sabia decifrar cada gesto seu, quando estava mentindo, bravo, com medo… Ela sabia de quais amigos dela você gostava e quais você fingia suportar por ela.

Aprendeu a dançar seu ritmo preferido, a gostar dos artistas que você gostava, até brigou com os pais que encrencavam que ela não parava em casa, que só te acompanhava.

Ela ficou em casa sozinha e apenas pediu pra você avisar quando chegasse pra que ela dormisse tranquila. Nos almoços de domingo fazia seu doce favorito que era antecedido de um:
– fecha os olhos que tenho uma surpresa.

Ela entrou na faculdade e mesmo com a vida de trabalho e estudo achava um tempinho pra te apoiar, faltar em uma aula para poderem namorar, em um feriado qualquer viajar pro Rio de Janeiro, descansar.

Ela viveu intensamente o amor que sentia por você, e você disso não queria nada. Ligações, te amo, mensagens, tudo era extremamente chato pra você. Mesmos amigos, mesmos programas, marcavam pizza a noite, iam à igreja ao entardecer.

Nada te agradava, e até quando ela não queria ir pra cama você se irritava, ia embora de cara amarrada, ela só queria um pouco de carinho, deitar ao seu lado e olhar as estrelas, estrelas que hoje você olha sozinho.

Sem ninguém pro café ou pra avisar que chegou, as que vão contigo pra cama, antes das seis da manhã dizem:”já vou…”, sai com os amigos e enche a cara em uma tentativa inútil de esquecer aquela gata.

E o pior ainda está por vir, nem tempo você vai ter pra se redimir, como diria Reginaldo Rossi: “o seu grande amor vai se casar” e contra isso o que você pode fazer? Nada!

Afinal, passou todo o tempo achando que ela era a mulher errada…

1 Comentário em A mulher errada. (AI: Ed Mendes)

  1. Leticia Responder 6 de agosto de 2015 at 05:29

    Lindo! <3

    #

Deixe uma resposta

Comentários


btt